23/01/2010

BBB10


Não sei se sou muito inocente, mas, às vezes, fico chocada com a ignorância e o preconceito dos outros. Ontem, enquanto tomava café-da-manhã, antes de ir pro trabalho, estava escutando uma rádio local onde o locutor falava da baixaria e da promiscuidade sem limites no Big Brother 10. Confesso que assisto e assiti sim o BBB em todas as suas edições. Não é um programa bom, não! Mas até que server para distrair, além do fato de que me faz sentir como uma cientista, ou algo do tipo, vendo as experiências feitas em laboratórios (meu professor de psicologia mandava a gente assistir o programa e nós estudávamos Freud através do BBB).
Na reportagem o locutor dizia que a audiência desta edição do Big Brother estava baixa porque as pessoas não estavam gostando da homossexualidade explícita e da falta de pudores dos participantes, e sobrou até para o apresentador, Pedro Bial, a quem o locutor se referiu como "um jornalista que já foi sério".
Como telespectadora de BBBs, já vi mais "promiscuidade" em edições anteriores do programa. Lembro bem uma edição, a terceira, se não estou enganada, que uma participante masturbou o seu "namorado" em baixo do edredom, mas estava tão explícito que podíamos ver os movimentos da mão dela subindo e descendo e, não fosse suficiente, a edição ainda colocou uma seta apontando para o ato libidinoso. Neste mesmo programa um casal transou sem fazer a minima questão de se esconder das câmera em baixo do edredom, só que esta cena não foi ao ar.
O que estou tentando dizer é que coisas muito mais promíscuas aconteceram em BBBs passados, mas ninguém se pronunciou de tal forma, porque se tratavam de pessoas héteros e justo neste, onde estão presentes 3 homossexuais assumidos e muito bem resolvidos, que não escondem sua orientação sexual da famílias, nem dos amigos, justamente neste Big Brother é que o público, os jornalistas (uma parcela) e os moralistas de plantão resolvem atacar.
E são nessas ocasiões que me acho inocente demais, poque não acredito que em plena primeira década do século 21 ainda existam pessoas tão preconceituosas e tão ignorantes dessa forma. Fiquei muito surpresa quando vi, na maior emissora so país, e uma das maiores do mundo, em pleno horário nobre, 3 gays assumidos e que não escondem como são e o que são. Talvez a Globo tenha feito isso achando que ter homessexuais no programa aumentaria a audiência, talvez, mas não deixo de reconhecer que foi corajoso e até "louvável".
O que não reconheço como corajoso e louvável é a atitude de várias pessoas, inclusive do locutor da rádio pernambucana, que diminui um jornalista pelo simples fato dele proferir a seguinte frase: "já já voltaremos com essa viadagem!", ou de atacar e inferiorizar as pessoas porque elas são gays ou lésbicas.
Acho que a antiga sigla "GLS" (Gays, Lésbicas e Simpatizantes) foi trocada pela atual GLBT (Gays,Lésbicas, Bissexuais e Trangêneros) porque os "simpatizantes" não exstem mais. Onde está o respeito às diferenças???
Minha inocência e minha fé nas pessoas ainda me fazem acreditar que podemos evoluir e respeitar os outros simplesmente pelo que eles são, independente da cor, religião ou orientação sexual. E o que eles são? PESSOAS!
Como diz um amigo gaysíssimo: "Fico Chó!"
Hoje a amarela é, mais que nunca, um arco-íris...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Layout: Bia Rodrigues | Tecnologia do Blogger | All Rights Reserved ©