23/08/2011

Recife do medo!

Queria estar escrevendo esse post com uma imensa alegria, mas infelizmente é o contrário. Na verdade, trata-se de um relato de algo muito triste que passei recentemente. Esse último domingo (21/08/11) estávamos eu e meu namorado no bairro do Recife, prestigiando o projeto "Reviver o Recife Antigo", e decidimos parar e sentar na beira do rio, na frente do Paço Alfândega, quando chegou um rapaz, sentou do nosso lado, pediu desculpas por estar atrapalhando e solicitou que meu namorado passasse o celular. Isso mesmo, um assalto! De forma até educada. Em nenhum momento ele mostrou arma, nem foi violento, mas não deixou de ser um assalto. E em meio a isso tudo, as pessoas passavam o tempo todo. Não pensem vocês que estava deserto ou esquisito ou que éramos os loucos que deram beboeira sentados ali. Não! Tinha muita gente, inclusive sentada na beira do rio, mas não inibiu o ladrão em nada, muito pelo contrário.
Só foi levado um celular, mas é muito triste saber que você não pode passear tranquilo pela cidade. E se vocês me perguntarem se tinha polícia no Recife Antigo eu digo que sim, mas eles ficam rondando a rua da Moeda, procurando a galera que fica fumando maconha e esquecem das pontes, que é onde acontece, de fato, os assaltos e roubos.
É uma pena saber que uma cidade tão linda, com um potencial cultural tão grande é, literalmente, refém de bandidos.

18/08/2011

Ele...

E mais uma vez vem ele com seu barrouquismo contemporâneo me encantar:

Essa Pequena
(Chico 2011 - Chico Buarque)

Meu tempo é curto, o tempo dela sobra
Meu cabelo é cinza, o dela é cor de abóbora
Temo que não dure muito a nossa novela, mas
Eu sou tão feliz com ela

Meu dia voa e ela não acorda
Vou até a esquina, ela quer ir para a Flórida
Acho que nem sei direito o que é que ela fala, mas
Não canso de contemplá-la

Feito avarento, conto os meus minutos
Cada segundo que se esvai
Cuidando dela, que anda noutro mundo
Ela que esbanja suas horas ao vento, ai

Às vezes ela pinta a boca e sai
Fique à vontade, eu digo, take your time
Sinto que ainda vou penar com essa pequena, mas
O blues já valeu a pena

11/08/2011

do amor...

Das coisas mais lindas do mundo que eu amo!


Um bom dia para todos e um 8 deitado de felicidade e amor...


=]

04/08/2011

Você não disse (LQ)

A de alegria do momento =]

Você não disse (Lula Queiroga)

Eu tô dançando no escuro
Com vagalumes em volta
Uma corrente de amor se desprende, se solta
Eu tô ouvindo sereias, lavadeiras, cirandeiras
Me levam pro meio da roda

E deixa a roda girar pra longe, longe, longe
Onde teu nome me foge
E deixa a roda girar, girar, girar pra longe
Onde a lembrança se esconde

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Layout: Bia Rodrigues | Tecnologia do Blogger | All Rights Reserved ©