27/08/2009

JP


Tô indo ali em Jampa e volto já, já!
Não sei se vou ter como postar lá das Paraíbas, por isso vou me despedindo agora e, muito provavelmente, só verei vocês lá pra sábado da outra semana (05/09).
Saudades antecipadas...
;-)

26/08/2009

Festa do SOL!!!


Dia de Luz,

Festa do sol...

*um barquinho...;-)*



"só porque hoje o amarelo vem diretamente dos raios do deus sol...!"



"Hoje os amarelos riem. (e ponto final)"

25/08/2009

TPM


Tensão

Pós

Menstruação



E ela nem é vermelha, é cinza!!!

Confusões de um dia cinzento...

A cor do dia?
C-I-N-Z-A
A palavra?
C-O-N-F-U-S-Ã-O
O sentimento?
T-R-I-S-T-E-Z-A
O porquê?
Não se sabe...

Coisas da "cinzidez" do dia!

20/08/2009

Poesia na tarde...

Esses dias estou tão atarefada com tantas leituras e pesquisas que não tenho tido muito tempo para postagens. Mas hoje, mesmo com essa correria toda, saí para distrair e acabei tendo um prazer poético (com a licença do meu amigo Will). Vocês já tiveram um? É maravilhoso! Já tive alguns, mas faz um tempo que não sentia e confesso que já estava fazendo falta.
Desde Junho deste ano, eu estava "condicionada" a ter esses prazeres todos os sábados e acabei ficando mal acostumada. Só que desde o final de Julho essa poesia não se faz mais presente nos nossos sábados, pelo menos não da mesma forma e nem da mesma intensidade. Não sabia mais como era sair leve da sala, aquela sala onde bebíamos, comíamos, respirávamos poesia pura. Estava saudadando! Ah saudade... Ô bichinho pra machucar, daqueles que faz questão de dizer "estou aqui" ou "não estou aqui".
Mas nesta tarde esse bichinho cabuloso foi dar uma passeadinha não sei por onde, talves pelo Marco Zero, talves pelo Bom Jesus... só sei que no auditório da cultura ele não pôs os pés, não mesmo!
*Jovens tardes de quinta tantas poesias... belos tempos, belas horas!*
Só posso agradecer...
Porque sou poesia e não sei ser outra coisa senão poesia!
*Os amarelos riem amarguras*

14/08/2009

4ª RECITATA


Nossa quanto tempo que não vinha aqui...


Bom, ontem fomos eu e Gerferson ao Recital Poético - 4º RECITATA - no Pátio de São Pedro. Na verdade fomos como espectadores, afinal é sempre bom ver/ouvir/sentir poesia, né? Mas acabamos indo parar na mesa dos jurados, vocês acreditam??? Vou explicar como tudo aconteceu: Gerferson viu a poetisa Cida Pedrosa e foi cumprimentá-la (eles já se conheciam porque Gerferson foi professor dos filhos dela) e ela acabou perguntando se não queríamos fazer parte do juri popular. De cara dissemos SIM! Mas depois Cida nos explicou que tinham mais pessoas inscritas para fazerem parte do juri popular que haveria um sorteio. Pois bem, o sorteio aconteceu e advinha quais os nomes que saíram??? O meu e o de Gerferson! E nem foi marmelada, viu?! hehehehehehehe

Minha gente, vocês não têm noção da quantidade de gente boa que faz poesia aqui em Recife! Fiquei encantada ontem com todos aqueles seres iluminados poeticamente. Infelizmente não lembro o nome de todos, afinal foram quase 50 poetas que passaram por aquele palco causando encantamento a todos os presentes, mas tiveram algumas perfórmances que ficaram em minha mente e dificilmente sairão. Por exemplo, Biaggio! Nooooooooooooossa! Sempre o via pelas "quebradas" da vida, mas não fazia a mínima noção de que era poeta e, principalemente, que era um poeta daquele porte. Sua poesia, seu cenário, sua perfórmance, seu chá de erva-doce (uma poesia com cheiro), tudo perfeito. Parabéns! E Aline (acho que o sobrenome é Cavalcanti)? Suas negras árvores black trees estão em minha mente até agora. Parabéns! E Testa e sua magnífica "falação" sobre a poesia que há no tudo e que há no nada? Parabéns! E Luciana? Acho que era Luciana o nome dela, se não era pesso desculpas. A representante do Rio Grande do Norte. Ela com seu vestido vermelho e seu sapato preto. Que poesia linda. Parabéns! E Érika? Outra representante do RN com sua bela voz. E que palavras lindas também. Parabéns! E Flávio? Na verdade já conhecia sua poesia e sabia que era MUITO BOA, mas nunca o vi interpretando daquele jeito. Pena que não foi classificado para a final, mas minha nota para você foi 10,0. Parabéns! E tantos outros que passaram por lá ontem exalando poesia e dando prazer a todos os presentes, mas que não consigo lembrar dos nomes. A esses cujos nomes não vêm à mente agora quero pedir desculpas.

A noite foi maravilhosa, mas a responsabilidade foi muito grande. Sabe o que é ter que dar nota a poetas daquele porte? Poetas que não deixam nada a desejar aos grandes nomes da poesia nacional e internacional (não é exagero) e que mereciam infinitos 10,0. Mas independente da nota e da classificação, todos são poetas e isso, por si só, já é o maior prêmio e eu só posso parabenisar todos e agradecer também. Agradecer a Cida pela oportunidade, a equipe da PCR (Secretaria de Cultura) pelo maravilhoso evento, nós da área literária sabemos a importância que "A letra e a voz" tem para a literatura em PE, ao público presente e a todos os poetas que participaram não só da noite de ontem, mas da de quarta também. A todos vocês um MUITO OBRIGADA!!!

Hoje é a finalíssima e quem não teve o grande prazer de ver essa maravilha poética antes pode aproveitar e curtir hoje, olha que legal???

O local? Pátio de São Pedro

A hora? 19h

aqui vocês podem ver a lista completa dos poetas que participaram da 4ª Recitata e aí está o link da Letra e Voz!


Beijos e até mais tarde!

06/08/2009

Influenza A (H1N1)


Medidas simples para se prevenir da gripe:



  • Lavar as mãos frequentemente com água e sabão, especialmente depois de tossir ou espirrar;

  • Não compartilhar alimentos, copos, toalhas e objetos de uso pessoal;

  • Ao tossir ou espirrar, cobrir o nariz e a boca com um lenço, preferencialmente, descartável;

  • Pessoas com qualquer gripe não devem frequentar ambientes fechados e com aglomeração de pessoas;

  • Procurar logo uma unidade saúde em caso de suspeita de infecção pela Influenza A (H1N1) para diagnóstico e tratamento adequados;

  • Não usar medicamentos sem orientaçao médica. A automedicação pode ser prejudicial à saúde.


O Hospital referência para o tratamento da Influenza A (H1N1) em PE é o HUOC (Hospital Universitário Oswaldo Cruz) e para mais esclarecimentos, vocês podem entrar no site do Ministério da Saúde.

04/08/2009

A Rua de Almeida...

Lendo um post de uma amiga recente em seu blog "leite de cobra" aqui, sobre o ato de decorar poesia, relembrei que a única poesia que sei "de cor" é "A Rua das Rimas" de Guilherme de Almeida. Lembro que quando fazia teatro (é, eu fiz teatro por 6 meses), meu querido professor e maravilhoso ator, Flávio Renovatto, pediu que fizéssemos uma insenação, na verdade um monólogo, em cima dessa poesia. E como tínhamos que declamá-la durante a apresentação, tive que decorar. E eu juro, é a única poesia que sei de cor!
Quando a li na primeira vez não dei muita bola, achava meio bobinha, acho que porque não entendia muito de poesia, se é que entendo agora (rsrsrs). Mas a medida que fui amadurecendo poeticamente, compreendi melhor a bela rua de Almeida e confesso que moraria num lugar desse de muito bom grado.
Bom, não vou deixar vocês na curiosidade e nem vou fazer com que corram ao "são google" para procurar a poesia, está aí...

"A RUA DAS RIMAS"

A rua que eu imagino desde menino
pro meu destino pequenino
é uma rua de poeta
discreta, direita, bem feita, perfeita.
Com pregões matinais de jornais
e avental no varais
e animais nos quintais.
E acácias paralelas
todas elas belas, amarelas
debruçadas como namoradas para as calçadas.


Guilherme de Almeida.


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Layout: Bia Rodrigues | Tecnologia do Blogger | All Rights Reserved ©