28/02/2013

do 28 de fevereiro ou da vida.


Nasci em 28 de fevereiro de 1985, uma quinta-feira pós quarta de cinzas, minha mãe brincou o carnaval todinho e, acabada a folia, ela foi à maternidade 'me ter'. Como eu estava sentada na barriga dela, o parto teve que ser cesárea, depois de nascer vim para casa e ela continuou no Hospital por causa de uma infecção que contraiu, o que gerou várias consequência como, por exemplo, o fato de eu nunca ter mamado.
Mainha passou quase 2 meses no Hospital tentando combater essa infecção que quase a tirou a vida (vale ressaltar que era década de 80, as infecções eram certeiras, sem falar na AIDS que reinava), por isso nos dias 28 de fevereiro eu celebro não apenas a minha vinda ao mundo, mas, principalmente, a volta da minha mãe à vida. Ela lutou, batalhou, guerreou mesmo para viver e para poder me criar e hoje estou eu aqui completando 28 anos e lembrando a ela, todos os dias, o quanto guerreira ela foi.
Mãe, obrigada por tudo, por ter me dado a vida, por ter me criado tão bem, me dado educação, estudo, orientação, mas um muito obrigada mais que especial por você não ter desistido de viver e ter me dado o prazer de conviver contigo há 28 anos e que essa convivência dure, no mínimo, mais uns 50. Te amo!

27/02/2013

quarto de cores ♥

Decidi tentar melhorar, dar um esquecida nos problemas, para ver se assim, engulo esse choro entalado na minha garganta. Então, nessa tentativa, resolvi postar umas fotos da decoração do quarto. Já  tinha feito um post sobre o meu amor pelas minhas prateleiras anteriormente aqui, mas ainda faltavam as do outro lado que eu ainda não havia terminado de arrumar. Foram só duas prateleiras para colocar os livros restantes e a tv, minha amiga fiel de seriados e filmes ;). Pois bem, terminei a arrumação a gora mostro para vocês como ficou. Amei o resultado :)

A prateleira de cima tem livros e a de baixo a tv. Detalhe para o meu varal de óculos. Sim, eu vou viciada! rsrsrsrs 


Como minha cama é box e não tem cabeceira, fiz essa cabeceira com adesivos de bolinhas coloridas e meus lençóis são sempre diferentes das fronhas. Todos bem coloridos, mas as estampas em harmonia ;)

Fiz esse mix de espelhos e estou pretendendo colocar mais, gostei muito do efeito. Na verdade estou pensando em fazer dos retangulares porta-retratos, como na foto abaixo.

Adorei o efeito desse espelhinho como porta-retrato :)

Essa luminária de coração além de ser linda, de iluminar bem com uma luz azul, ainda foi super baratinha :)))

porque eu odeio o câncer...

Porque ele chega silencioso;
Porque ele te pega de surpresa;
Porque ele tem o poder de acabar com os sonhos;
Porque ele arrasa pessoas e famílias e tudo mais ao redor;
Porque ele mexe com o emocional de todas as pessoas próximas;
Porque ele tem cura, mas uma cura que provoca inúmeras outras doenças;
Mas, principalmente, eu odeio o câncer porque ele não deixa doente apenas o portador da doença, ele deixa doente todos os familiares e amigos e, em determinados momentos, ele te tira até a esperança.

Desculpem pelo post triste, mas é que tem horas que a gente precisa botar para fora.

26/02/2013

discurso de formatura...

Há 4 anos terminei a graduação na coisa que eu mais amo nessa vida: Letras. Estudar é, sem sombra de dúvidas a minha maior paixão e a Literatura é meu casamento de uma eterna Lua de Mel. Organizando algumas prateleiras em casa acabei achando meu discurso de formatura (sim, eu fui a oradora da turma! rsrs) e agora posto para vocês darem uma lidinha ;)



"Boa noite a todos presentes!

Bom, o protocolo nos diz que primeiro temos que cumprimentar o presidente da mesa, mas eu gostaria de quebrar esse protocolo e cumprimentar, primeiramente, as pessoas mais importantes, motivo de estarmos todos aqui hoje, os formandos.
Como estou aqui para falar em nome da turma, vou trocar a primeira pessoa do singular pela primeira do plural. Esse discurso será focado em uma palavra que, classificada morfologicamente, pertence a classe verbal, o verbo agradecer.
Primeiramente gostaríamos de agradecer a Deus, já que sem ele não somos nada. Depois a nossa família (mães, pais, tios, irmãos, primos, avós) pois eles foram os maiores incentivadores e os que deram mais apoio durante a nossa graduação. Gostaríamos também de agradecer aos nossos mestres que nos ensinaram muito ao longo desses 4 anos, alguns de forma positiva, outros de forma negativa, mas que mesmo assim não deixou de ser um grande aprendizado. Aos nossos amigos, aos que trazíamos conosco antes e aos que adquirimos no decorrer do curso. Aos cônjuges, que em alguns casos são colegas de sala, aos namorados e namoradas, noivos e noivas e a todos que não se encaixam nesses rótulos, mas que contribuíram, de alguma forma, para o nosso sucesso.
Há 4 anos demos início a mais uma etapa de nossas vidas e, como diria uma de nossas mestras, uma etapa mister. Essa etapa foi recheada de fortes transformações, afinal alguns de nós chegamos ainda adolescentes à Faculdade e estamos saindo de lá adultos e bem mais maduros. Outra transformação importante é o fato de entrarmos lá sem uma profissão e agora além de termos uma, também temos experiência e amadurecimento profissional.
Durante esse período fatos importantes ocorreram em nossas vidas. Amizades foram feitas, conhecimentos absorvidos, relações estabelecidas e exemplos dados. Mas não só de momentos bons esse tempo foi preenchido, também tivemos momentos ruins, momentos que serviram como aprendizado e amadurecimento e hoje agradecemos por tudo que passamos.
Entrar na Academia não é o mais difícil, mas enfrentar tudo que enfrentamos e sair dela no período certo, isso sim é o mais difícil. E estamos aqui hoje para isso, para colocar um ponto final nessa etapa e acrescentar mais dois pontos finais, transformando-o em uma reticência, pois esses 4 anos foram apenas o início de tudo.
Chegamos aqui hoje como formandos do curso de Letras da Funeso do 2º semestre de 2008, mas sairemos daqui Beletristas. A grande maioria  nos conhece como Professores, Educadores, Docentes, mas poucos sabem que os formandos em Letras são, na verdade, Beletristas, aqueles que amam as Belas Letras.
E é como amante dessas belas letras que encerramos o discurso com algumas já conhecidas belas letras de um poetinha tão conhecido nosso.

Soneto da Felicidade

De tudo, ao meu amor serei atento
Antes, e com tal zelo, e sempre, e tanto
Que mesmo em face do maior encanto
Dele se encante mais meu pensamento.

Quero vivê-lo em cada vão momento
E em seu louvor hei de espalhar meu canto
E rir meu riso e derramar meu pranto
Ao seu pesar ou seu contentamento.

E assim, quando mais tarde me procura
Quem sabe a morte, angústia de quem vive
Quem sabe a solidão, fim de quem ama.

Eu possa dizer do amor (que tive):
Que não seja imortal, posto que é chama
Mas que seja infinito enquanto dure.

                                   Vinícius de Morais"

21/02/2013

meu eu carnavalesco

Restavam ainda umas fotos do carnaval que não foram postadas e resolvi fazer um post desse meu 'eu carnavalesco', afinal de contas esse é meu mês e o período momesco é o meu preferido no ano todinho (quem me lê sabe bem).
Então vão mais registros de um carnaval que foi lindo e que eu já sinto saudades. ♥


  








20/02/2013

paixão no pé.

Ando com uma paixão no momento: SAPATILHAS! Em tudo que é loja agora eu vou direto na sessão e procuro por qualquer forma e cores, estou realmente apaixonada. Vou aproveitar e postar umas fotinhas das minhas últimas aquisições ;)



Essa comprei na Leader numa super promoção por apenas R$ 19,90 ;)



Essa coloridinha de corações vermelhos também foi da Leader. Não tava em promoção, mas ainda assim era bem baratinha R$39,90 :)




Essa liiiiiiiiiiiiiiinda comprei a prima do meu namorado numa promo também, gente, por 39,90. Se vocês quiserem procurá-la no facebook, o perfil é 'Talitha Sapatilhas'. Tem cada uma linda e barata.

19/02/2013

não fui eu, foi meu eu lírico...

Faz tempo nessa casinha que não escrevo sobre amor, mas já disse, em algum momento neste blog, que escrever, para mim, não tem que ser forçado, e de amor principalmente. Tem que ser natural, aquele desejo de saciar uma vontade de 'por para fora' um sentimento guardado, e talvez essa escassez seja resultante de uma 'boa' fase, afinal meus melhores textos sobre o assunto resultaram de desilusões amorosas e atualmente meu coração anda bombeando sangue em vez de lágrimas.
Uma vez ouvi ou li, não sei, que tristezas, especialmente as de amor, resultam em grandes poemas e músicas e fiquei pensando no Chico Buarque, será que ele já sofreu tanto assim? Afinal ele é o maior trovador da dita 'modernidade' e são mais de 500 músicas/poesias falando de amor. Acho que quem fez essa afirmação desconhecia uma pessoa extremamente importante, o 'eu lírico', aquele que fala na poesia. Lembrei de uma comunidade que tinha no orkut (ainda existe orkut, gente? rsrsrs) "Não fui eu, foi meu eu lírico' que era uma das mais populares e o coitado do 'eu' da poesia virou justificativa de muita gente.
Bom, para não terminar esse post sem texto de amor, vou deixar vocês com uma poesia linda e que tem um dos eu líricos mais lindos...

Com açúcar, com afeto

Com açúcar, com afeto,
Fiz seu doce predileto
Pra você parar em casa,
Qual o quê!
Com seu terno mais bonito,
Você sai, não acredito
Quando diz que não se atrasa
Você diz que é um operário,
Vai em busca do salário
Pra poder me sustentar,
Qual o quê!
No caminho da oficina,
Há um bar em cada esquina
Pra você comemorar,
Sei lá o quê!
(...)

                   Chico Buarque



18/02/2013

dica de cinema...

Ontem eu e meu namorado fizemos uma sessão de cinema básica e, como o controle da tv quebrou, tivemos que escolher um filme nacional para baixar (rsrs). Acabamos escolhendo "Elvis e Madonna" e foi uma baita surpresa porque trata-se de uma história de amor entre Elvis (a linda Simone Spoladore), uma  fotógrafa lésbica que para se sustentar começa a trabalhar como entregadora de pizza e Lady Madonna, uma travesti cabeleireira e ex atriz pornô que sonha em ter seu próprio show (Igor Cotrim).
O filme gira em torno do amor dos dois e das consequências que tem um relacionamento entre um homem e uma mulher como, por exemplo, um filho. A história é linda e eu super indico a vocês seja pra ver sozinho ou acompanhado.
Abaixo segue o trailler para vocês darem uma expiada básica ;)

www.youtube.com/watch?v=6vFPILubcd4

15/02/2013

carnaval de casal...

Está permitido postar mais fotos do carnaval? Porque vão mais algumas, só que dessa vez de casal...






14/02/2013

da folia de momo...

Hoje é quinta-feira do pó (como costumo chamar o dia posterior à quarta de cinzas) o que quer dizer que, pelas minhas bandas do NE, estão quase todos ressacados da folia de momo que nos deixou recentemente.
Como boa amante do carnaval que sou, brinquei todos os dias e todas as noites e o que fiquei desse período lindo, além de boas recordações e fotos lindas, que vocês podem ver abaixo, foi um baita de um resfriado, com direito a dor no corpo, dor de cabeça, nariz super entupido e tudo o que tiver direito.
Mas, mesmo com esse resfriado, eu estou muito feliz de ter curtido um carnaval lindo, de ter estado ao lado de gente linda e de ter visto shows memoráveis, como o Titãs cantando só o 'Cabeça de Dinossauro'. Simplesmente perfeito! Sem falar em tantos outros como Otto, Lenine e Caetano Veloso. Minha gente, Cae num Marco Zero lotado e todo mundo cantando junto com o muso da tropicália.
Vocês que gostam de carnaval PRECISAM vir pra Recife/Olinda porque nós temos, de fato, o melhor carnaval do Brasil. Tem de tudo e o melhor, é de graça :), além de você conhecer duas das melhores cidades do mundo (SIM, EU SOU BAIRRISTA! rsrsr).
Agora vocês podem ver um tiquim de como foram meus dias de foliã ;)

Sábado de Zé Pereira ♥









Domingo ♥









Segunda ♥






Terça ♥







08/02/2013

carnaval ♥


Tirei a fantasia do baú.
Comprei a tinta pra pintar a cara.
O enfeite do cabelo já está pronto.
O confete e a serpentina separados.
A alegria nunca deixa esse coração, mas nesse período é elevada à enésima potência.
O 'passo' já é na ponta do pé desde a época do 'estar dentro da barriga'.
O frevo fica sempre na ponta da língua.

Tudo em nome do 'é carnaval', a época do ano em que felicidade se encontra a cada esquina, seja num copo de cerveja, num porre de loló, num jogar de confetes.

Carnaval, te esperei passar para poder nascer e te espero passar, há 28 anos, para poder viver.

04/02/2013

enquanto isso...

Aqui estou eu com mais registros fotográficos do carnaval (vocês precisam ver o sorriso no meu rosto toda vez que pronuncio/escrevo/penso essa palavra). Sábado agora rolou o baile mais tradicional e irreverente do carnaval pernambucano, o 'Enquanto isso na Sala da Justiça' que teve como atrações o Baile do Simonal (coisinha linda de ver os dois irmãos cantando opai no palco), Crioulo (que eu nem gosto) e Monobloco com direito a Pedro Luís e tudo (uhul \o/).
Minha fantasia, só pro caso de vocês não descobrirem, é de garçonete da década de 50, bem pin up, e meu namorado foi de caminhoneiro americano (porque para ele é o caminhoneiro que 'pega' a garçonete de restaurante de beira de estrada americano).
HAHAHAHAHAHAHA
Abaixo algumas fotinhas do baile.
;)












 






Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Layout: Bia Rodrigues | Tecnologia do Blogger | All Rights Reserved ©