31/05/2012

do coração...


Porque meu coração, caro poeta, é um livro onde poucos escrevem e muitos leem.


30/05/2012

de mim e do recalque dos outros...

Nunca, em toda a minha vida, fui denominada de 'simpática' e, se alguém o fez, estava mentindo, pode ter certeza. Por outro lado, se tem algo que dizem sobre mim, logo de cara, é que sou sincera. E sou mesmo! Se eu não gostar de você, fique certo que não irei fazer a mínima questão de esconder ou camuflar, muito pelo contrário, deixo bem explícito.
Por isso, se eu falo com você é porque vou com a sua cara de verdade, o que me faz ficar profundamente irritada com o que anda acontecendo ultimamente nessa minha linda vida amarela. Nos últimos dias percebo que certas pessoas deixaram de falar comigo, seja na rua ou nas tão faladas redes sociais, como também as que ainda falam, falam todas cheias da má vontade. Então parei para pensar se fiz algo para alguma dessas criaturas e a resposta foi NÃO, não fiz absolutamente nada para elas. Essas pessoas, que não sei porque cargas d'agua decidiram não me cumprimentar mais, o fazem sem a mínima razão. Sei que todos têm o direito de falar com quem quiserem e não estou aqui mendigando fala nem atenção de ninguém não, mas é que você para pra pensar, né, e eu, modéstia à parte, penso muito.
Quando vejo que não fiz nada para o povo me tratar mal só posso pensar que é inveja porque eu sou muito amada, e gente que tem muito amor acaba atraindo olho gordo para si, né? Tenho amor da minha família, dos meus amigos (que são muitos e verdadeiros), do meu 'amor', dos meus gatos (esses então... é amor pra dar e vender), da lua, do sol, do universo, da cor amarela, etc. Mas, de todo coração, não quero mesmo acreditar que seja inveja porque isso não é coisa boa, mesmo quando escrevem/dizem 'inveja branca'.
Como disse no início do post, não sou simpática não, mas depois da segunda, ou terceira, vez que você me vê, vai descobrir com sou legal e linda e companheira e amiga e carinhosa e divertida e inteligente e cheia de amor. E se vocês não querem isso, meus queridos, só posso sentir pena e agradecer também porque, né, se não querem falar comigo é porque boa coisa vocês não devem ser.
HAHAHAHAHAAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHA

Também gostaria de dar uma dica: Freud tem toda uma teoria que explica o 'recalque', tá? Acho bom vocês lerem...

Cheiro de mato e muito carinho meu!


23/05/2012

de mais um capítulo...

Da série 'História de Amor' - parte 3.456...

Lá estão eles novamente escrevendo mais um capítulo de uma história que, confesso a você, caro leitor, creio não ter fim. E tudo em nome do tão falado amor.
Não sei qual será desfecho e nem se, de fato, haverá algum, a única coisa que sei é que estarei aqui enchendo essa tela branca de letras, contando a vocês o desenrolar de, mais um, grande amor.

16/05/2012

do mês 05...

Para maio, o mês do céu mais bonito...


eu

dez

você

maio.


07/05/2012

Magalie do amor! ♥

Eu ia escrever sobre amor, mas lembrei que hoje é o dia dela e mais amor que ela? Tem não!
Magalie, a menina mais linda e phyna da favela hoje completa 2 anos! Meu amor dessa vida e desse 07 de maio para você, sua linda!



04/05/2012

da série pseudo-cartas-de-amor...

Oi, amor...

Então, faz tempo que não te escrevo e, como essa vontade de saber da sua vida não sai de mim, resolvi te remeter esse post-pseudo-carta-de-amor.
Como andam as coisas? E a família? E a faculdade? E o trabalho? E os romances? Sim, os romances porque amor eu sei que é só meu e de mais ninguém. Aliás, era dele mesmo que eu queria falar, do nosso amor.
Como é forte e como enlaçou a gente de uma maneira que não conseguimos nos desligar. Estamos com as nossas vidas presas uma a outra por causa desse sentimento que insiste em ficar e não em partir, mas também não conseguimos vivê-lo por inteiro, permanecemos nesse modo de amar, tal como o Marquês, o de Sade, uma maneira que, muitas vezes, machuca mais que afaga.
O pior disso tudo, ou melhor, talvez, é ver que a cada reaproximação nossa, esse sentimento só aumenta, é como o universo que vive expandindo. Mas a pergunta que não me sai da cabeça, nem do coração, e tenho certeza que o mesmo acontece com você, amor, é: 'como fazemos para vivê-lo'? De que adianta ter esse amor tão grande e tão forte se não conseguimos transpor a barreira do 'romântico' e trazê-lo para a realidade? Já pensei inúmera formas e maneiras disso acontecer, mas confesso que não sei como, meu bem, e, na verdade, essa carta é um pedido de ajuda, a você, para que pensemos um modo de concretizar nossa vida juntos.
É como escrevi uma vez, 'se fosse fácil seria pão com manteiga e não o grande amor da sua vida'!

Cheiro de mato e muito carinho meu!

03/05/2012

do céu de maio...


Essa é a Recife de todo dia e esse é o céu de Maio, o mais bonito céu do ano!!!

Saudade disso aqui e preguiça de escrever.


'um céu de um azul celeste celestial...'
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Layout: Bia Rodrigues | Tecnologia do Blogger | All Rights Reserved ©