14/07/2011

Aprendendo a perder...

Desde ontem que venho passando por mais uma etapa difícil na minha vida: a perda de um familiar, um tio que, na verdade, era mesmo que ser um filho. Vivi a minha vida toda com ao seu lado e, desde criança, aprendi a cuidar dele, já que ele era especial e vivia acamado. Muito trabalho para mim e, principalmente, para minha mãe que era quem de fato cuidava.
Pois bem, essa criatura, mais que especial, faleceu ontem, resultante de um ataque fulminante e de uma embolia pulmonar. Por mais que saibamos que ele descansou, que passou pela vida e não viveu, é muito difícil aceitar a ideia da morte de um ente tão querido e amado. E o chegar em casa talvez seja o pior... ter que se desfazer das roupas, dos objetos pessoais, olhar para a cama e não ver mais, saber que nunca mais falará, abraçará e cuidará daquela pessoa. E nessa estou eu, tendo de lidar com isso tudo e ainda tendo de dar o maior apoio a minha mãe, que era quem cuidava dele como um filho e quem o viu falecer em seus braços.
Por mais 'modernos' e 'insensíveis' que possamos ser nunca conseguimos nos preparar para esses momentos, principalmente os que são inesperados, aqueles em que as pessoas estão bem num momento e noutro já se foram.
Agora só faço mandar energias e pensamentos positivos para que, caso exista mesmo uma outra vida, ele viva bem, sem privações, sem doenças, uma vida diferente da que ele teve aqui nesse plano.
E, mais uma vez, vou vivendo um dia de cada, dando tempo ao tempo para suportar mais essa etapa.

Os amarelos riem amarguras...

Comente com o Facebook:

2 comentários:

  1. ooowww linda...
    preces, ele está em um lugar melhor sim!

    Fica com Deus =***

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Layout: Bia Rodrigues | Tecnologia do Blogger | All Rights Reserved ©