27/10/2009

A Menina Amarela e o Príncipe do Olho da Ilha Deserta

Era uma vez... Sim! É isso mesmo! Era uma vez...
Um lugar chamado "Império do Desconhecido" e tinha esse nome porque era um lugar estranho e pouco conhecido por outros reinos. No meio dele havia uma floresta chamada "Floresta Predial" e dentro desta floresta fantástica, cercada por um mar de flores amarelas, tinha um pequeno bosque que guardava dentro de si um vilarejo mágico chamado Amarelolândia.
Esse vilarejo era uma terra de bonança e felicidade. As pessoas respeitavam-se, as portas adormeciam abertas, as crianças brincavam à vontade sem temer mal algum. Havia muitas árvores frutíferas em quintais enormes, contínuos e sem cercas. Casas de madeira com alpendres e varandas, ornadas com as mais belas flores e com paredes e telhados coloridos. As famílias faziam suas refeições em mesas de madeira nos quintais, as mães assavam pães em fornos à lenha e os homens cultivavam formidáveis hortas que garantiam uma rica alimentação para aquele povo...
Tudo era só felicidade, as danças, as festas e os sorrisos amarelos.
E, no meio de toda essa felicidade, havia uma menina, uma menina amarela.
(trecho do conto "A Menina Amarela e o Príncipe do Olho da Ilha Deserta" de René Caetano, vulgo "Marquês de Sade")
PS: baseado em canções de Marisa Monte e Lula Queiroga.

Comente com o Facebook:

4 comentários:

  1. E a continuação deste texto, segue à risca a tipologia sadiana?

    Continuemos, Cavalcanti...

    ResponderExcluir
  2. Não, querido! Nesse texto, meu amado Marquês saiu um pouco da sua linha "sádica" e seguiu os caminhos do romantismo...

    saudades das tuas letras!

    ResponderExcluir
  3. Amarela, não conhecia esse texto, que lindo... Creio que a sua melancolia amarela esteja procurando este lugar, é isso?

    PS: Qdo entro aquí na sua página, te vejo sentada no campo no quadro "Campo de Trigo ao Por do Sol" de Van Gogh. O amarelo inspira...

    ResponderExcluir
  4. pois é... vivo à procura de amarelolândia sempre!
    tu despertaste em mim a paixão por Van Gogh, luma.
    e assim como o amarelo inspirou o pintor, eu fui a fonte de inspiração do meu caro amigo marquês.

    beijos!!!

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Layout: Bia Rodrigues | Tecnologia do Blogger | All Rights Reserved ©