19/11/2009

Tempestade!

Tem momentos da vida que a gente para e se pergunta: "o que estou fazendo aqui?", pois bem... essa é a minha pergunta neste momento. Mas não é uma pergunta de cunho filosófico/existencial, tipo "quem sou?", "de onde vim?", "para onde vou?", "qual a minha missão aqui?", é de cunho "amor próprio", sabe? A gente se vê passando por cada uma que em outras situações não passaria e são nesses momentos que, parada em frente ao espelho, a gente se pergunta: "o que estou fazendo aqui?".
Eu acredito em pagar pelos erros e, apesar da minha pouca idade, já cometi alguns bem graves, e é por isso que eu acho que o fato de ainda "estar aqui" (ou de "ter estado" até ontem) é para pagar. Mas o bom é que, graças a Deus, o ser "racional" que vos escreve, apesar de derramar muitas lágrimas, aprende com os erros e melhor, supera-os, na maioria das vezes. Mesmo com todos os percalços, a felicidade foi presente na maioria dos momentos e, com certeza, ela será bem mais!!!
Como na minha humilde vida felina não há lugar para o arrependimento, eu só agradeço por tudo que vivi, mesmo as coisinhas ruins.
Não sei a resposta para a pergunta inicial, mas sei que "não estarei mais aqui"!!!
Neste momento uma nuvenzinha negra e carregada de chuva está tampando o arco-íris, mas quando ela passar ele surgirá novamente, afinal dizem que ele nasce da junção do sol com a chuva, né?
O pote-de-ouro continua lá no final do arco-íris e eu sigo caminhando em busca dele...
*Os amarelos riem amarguras*

Comente com o Facebook:

Um comentário:

  1. Amarelinha, não creio em forças divinas, mas apenas no ato do homem. De vez em sempre pinta umas nuvenzinhas escuras sobre nós, mas prefiro pensar que é apenas casualidade. Ou devo tê-las criado, sabe, através daquelas besteirinhas que cometemos todos os dias, rs? Bom fim de semana nessas paisagens maravilhosas!

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Layout: Bia Rodrigues | Tecnologia do Blogger | All Rights Reserved ©