12/06/2012

do grande amor da vida...

Em dias como 12 de junho você para e pensa no amor, não é? A ideia romântica de encontrar o grande amor da sua vida, aquela pessoa que, nos primórdios da civilização ocidental, habitava o mesmo corpo que o seu e foi separado por Zeus através de raios e que, desde então, você anda pelo mundo a sua procura.
Mas, e se a mitologia grega estava errada e 'o grande amor da sua vida' não for, necessariamente, uma pessoa? E se for um animal, uma causa, uma carreira? Como o ativista social, político e ambiental que acredita piamente na sua causa e move céus e terras para defendê-la, ou o escritor que casa-se com a literatura e com ela tem vários filhos em formato de livros. Nesse caso de escritor sempre lembro do Marquês de Sade que não concebia a ideia de viver sem escrever e morreu de crise de abstinência de literatura.
Em um mundo onde o status do facebook significa mais que um sentimento verdadeiro e onde um 'eu te amo'  sai simples e fácil como um boa noite, será que uma carreira e/ou uma causa trariam felicidade? Essa busca eterna pela metade da laranja, pela tampa da panela, faz as pessoas se apegarem a parceir@s que, em situações de ausência de carência, jamais se envolveriam.
Diante dessa 'orkutização' do relacionamento e do sentimento, encontrar um amor de verdade, seja por uma pessoa, por uma carreira ou por uma causa, te faz acreditar numa gama de deuses gregos e agradecer a Afrodite, a deusa do amor, por essa bênção.

Para vocês que curtem uma data comercial, Feliz Dia dos Namorados! Já para os que amam, independente do dia do ano, muito amor sempre, seus lindos!!!


Cheiro e mato e muito carinho meu!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Layout: Bia Rodrigues | Tecnologia do Blogger | All Rights Reserved ©