14/05/2013

câncer, angelina jolie, mainha... eu!

A notícia do dia foi a Mastectomia radical da Angelina Jolie, se vocês não leram ou não viram nada sobre o tema, coisa que eu acho muito difícil, vocês podem ler aqui, e todo esse zum zum zum em volta da cirurgia da atriz me fez parar para escrever sobre algo que eu já pensava há muito tempo.
É muito comum nos Estados Unidos as pessoas fazerem um mapeamento genético para descobrir as doenças que possivelmente terão e, por causa disso, algumas mulheres estão fazendo Mastectomia radical (retirada completa da Mama e das glândulas da axila) e Histerectomia (retirada o Útero) para, poderem assim, evitar Câncer de Mama, de Ovário e do Cólo do Útero.
Já faz um tempo que conheço esse 'costume' americano, até porque assisto algumas séries médicas e esse tema é recorrente, e sempre achei algo MUITO radical. Mas, numa conversa sobre isso no facebook, expus minha opinião e uma pessoa me perguntou se eu, no lugar dela, não faria o mesmo e a minha resposta foi apenas uma: NÃO!
Meus caros leitores, minha história é a seguinte: meus avós maternos morreram de câncer, meu pai biológico tem câncer de próstata e minha mãe, como vocês bem sabem, tem câncer de mama pela segunda vez, inclusive esse segundo apareceu na mesma mama que ela retirou totalmente, ou seja, na que sofreu uma mastectomia radical. Se eu terei câncer? Provavelmente sim. Se eu fizer esse mapeamento genético, não tenho dúvidas que minhas taxas indicarão um alto nível para desenvolver a doença, mas se eu faria uma Mastectomia e/ou Histerectomia preventiva? NÃO! Por quê? Por várias razões, mas a principal mesmo é que apesar de ser uma cirurgia 'preventiva' não elimina o risco de aparecer o câncer, diminui, é claro, mas não elimina e acho que essas cirurgias são uma mutilação prematura, porque a retirada de uma mama e/ou de um útero é um processo muito traumatizante e mexe bastante com o psicológico da mulher, especialmente se elas ainda não tiveram filhos.
O que eu fiz para prevenir essa doença? Mudei meu estilo de vida, passei a me alimentar melhor, comer menos produtos industrializados, beber bastante líquido, fazer exercícios físicos, ou seja, estou tentando, a cada dia, ser o mais saudável possível. Esse foi o conselho da Oncologista da minha mãe que me explicou que doenças como o Câncer eram para aparecer daqui há algumas centenas de anos, mas como nós comemos tantas porcarias, tantas comidas industrializadas e cheias de agrotóxicos, elas apareceram como surto há alguns anos e se nós não tratarmos de mudar, meus amigos, a coisa só tende a piorar. 
Não vou dizer a vocês que eu não tenho medo de ter câncer, tenho sim e muito. Gostaria mesmo de não ter nunca essa doença, mas se um dia, infelizmente, eu venha a ter, espero que eu saiba enfrentar a doença com a força e garra que a minha mãe enfrentou e está enfrentando, mas sem retiradas precipitadas de nenhuma parte do meu corpo.
 Lembrando também que não podemos esquecer de fazer sempre acompanhamento com Ginecologistas e Mastologistas porque quanto mais cedo for o diagnóstico da doença, maiores são as chances de cura.

Saúde.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Layout: Bia Rodrigues | Tecnologia do Blogger | All Rights Reserved ©