28/05/2013

Resenha: The Help

 

Não sei se já comentei com vocês aqui no blog, mas, para mim, o cinema é mera diversão, deixo minha intelectualidade toda a serviço da Literatura. Não sou dessas que gosta de assistir filme de arte ou que vê grandes filosofias nas obras de Woody Allen. Não! Eu gosto mesmo é de comédia romântica, não daqueles 'besterois americanos', tipo American Pie e outros. Gosto é da água com açúcar, do melado romântico, daquela velha fórmula onde o casal passa por perrengues para no final vir a grande cena do casamento e do 'felizes para sempre'.
Admiro quem consegue ir ao cinema da Fundação e discutir a beleza nos filmes de Ingmar Bergman (cineasta preferido da juventude cult e pseudo cult de Recife), mas eu não consigo. Gosto mesmo é de baixar minhas comédias românticas, entrar embaixo do edredom e pegar uma caneca de sorvete. Pronto! Isso para mim é meu ideal de cinema.
Mas esse domingo último eu assisti um filme que até fugiu dos meus padrões, talvez a presença do meu namorado (que não gosta do meu gênero preferido) ajudou nisso, porque quando vamos assistir filmes juntos sou meio que forçada a escolher outros gêneros. Pois bem, assistimos 'The Help' e minha ignorância cinematográfica me permitiu desconhecer o fato de que esse filme foi indicado ao Oscar em 2012 e que ganhou o prêmio de melhor atriz coadjuvante.


Decidi baixá-lo porque tratava da luta pelos Direitos Civis nos EUA e esse é um tema que me apetece, independente de onde venha representado, e acabei me surpreendendo com o fato de não chorar, porque esse tema sempre me abala, mas muito pelo contrário, até que eu ri consideravelmente, principalmente na parte da tora de chocolate :). O Filme é lindo, é um drama que tem duração de 2:35 min, mas você nem percebe de tão fácil que flui. O tema principal é a questão das empregadas domésticas nos EUA, especificamente no Estado do Mississipi, e tem como plano de fundo a Luta pelos Direitos Civis, Martin Luther King e a KKK e, apesar de se tratar de uma tema tenso, ele passa leve na tela.


O enredo gira em torno do livro 'The Help' escrito, anonimamente, pela jovem branca, Skeeter Phelan que decide abordar o tema das empregadas domésticas negras e, para isso, conta com a ajuda de duas representantes da classe: Aibileen Clark e Minny Jackson (interpretada pela atriz Octavia Spencer, ganhadora do Oscar de melhor Atriz Coadjuvante em 2012). O lançamento do livro causa o maior zum zum zum na cidade com direito até a demissões de uns e admissões de outros.
Não vou contar mais porque sou contra spoilers, mas super indico para quem ainda não assistiu e, mesmo aqueles que não gostam do gênero drama, garanto que vão se encantar com The Help.

Abaixo o trailler oficial para vocês darem uma expiada :)



Comente com o Facebook:

Um comentário:

  1. Não vejo a hora de comprar o livro, pois não me canso de assistir esse filme na net...

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Layout: Bia Rodrigues | Tecnologia do Blogger | All Rights Reserved ©