17/04/2009

On diet!

Hoje, enquanto vinha para o trabalho, me lembrei de uma amiga que disse não querer comer brigadeiro porque tinha começado a malhar. Lembrei de mim também quando fiz dieta e não comia várias coisas que tinha vontade para não engordar. É engraçado ver no que isso tudo se tornou, aliás não é nada engraçado, é trágico.

As pessoas, principalmente as mulheres, estão escravas dessa indústria do "emagrecimento". São tratamentos, dietas e mais dietas (da lua, do abacaxi, da pimenta, etc...), malhação pesada, comprimidos para emagrecer. E a saúde, alguém lembra dela? Na grande mairoia das vezes não.

As mulheres só se preocupam com as celulites, estrias, barriguinha, aí decidem parar de tomar refrigerante comum e passam a tomar os diets, lights, zeros e esquecem dos tão maravilhosos sucos. O mesmo acontece com as comidas, só lights e diets e nada de verduras, legumes, fibras, frutas e tantos outros alimentos que fazem bem à saúde, que acaba sendo completamente posta de lado, só importando emagrecer, independente do meio a ser usado.

Há um bom tempo eu não sou mais escrava disso, o que resultou em kilos a mais. Não vou dizer que minha saúde está 100%, mas também não está 0%, digamos que anda na faixa de uns 50%, mas não porque engordei e sim porque parei de comer exatamente o que faz bem a minha saúde (frutas, legumes, verduras, fibras, etc) e parei de fazer exercícios físicos, como minha caminhada diária. Não acredito mais em dieta, se é que acreditei um dia, acredito em reeducação alimentar, onde a gente pensa primeiro na saúde e o resto (emagrecer) é conseqüência.

As pessoas precisam se conscientizar que escravidão nunca fez bem, e não seria essa que faria, o que elas devem fazer é correr atrás das suas cartas de alforria ou lutar pela Lei Áurea.

=)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Layout: Bia Rodrigues | Tecnologia do Blogger | All Rights Reserved ©